ABPF

NOTA OFICIAL

A respeito do incêndio ocorrido na estação de Carlos Gomes (Campinas/SP) na noite do dia 30/09, informamos que o incêndio teve início na vegetação vizinha a área da estação.
Aparentemente labaredas incendiaram os coqueiros no entorno, de onde o fogo se propagou para a estação, queimando parte da cobertura da plataforma e chamuscando a locomotiva nº 9 e uma locomotiva diesel. No caso da nº 9, onde ocorreram os maiores danos, foi danificada toda a pintura que terá que ser refeita; a locomotiva diesel não sofreu danos significativos. Na estação os danos se limitaram apenas a parte da cobertura da plataforma, algumas janelas e portas, não afetando a estrutura e a integridade da edificação.
A brigada da ABPF começou a agir tão logo o fogo foi detectado (os colaboradores já haviam ido embora na hora do incêndio) e quando os bombeiros chegaram o fogo já estava controlado e estes colaboraram para finalizar os trabalhos e agir em áreas mais complexas.
A ABPF realiza limpeza constante da vegetação no entorno do pátio ferroviário, tanto por questões estéticas quanto para prevenção de acidentes.
O fogo já foi extinto e agora equipes estão no local realizando a limpeza. Aos que quiserem colaborar, basta contactar a ABPF para que possa ir lá ajudar no mutirão de limpeza. Contatos: ABPF Campinas pelo e-mail: abpfcps@terra.com.br
IMPORTANTE: A PROGRAMAÇÃO DOS PASSEIOS NÃO FOI AFETADA E OS DANOS OCORRIDOS NÃO OFERECEM RISCOS À SEGURANÇA DOS VISITANTES.

Sobre a ABPF

A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária é uma entidade civil sem fins lucrativos de cunho histórico, cultural e educativo, que é reconhecida como OSCIP – Organização Social de Interesse Público (publicado no D.O.U. de 24 de dezembro de 2004). Nossa missão é promover o resgate e a conservação do patrimônio histórico ferroviário brasileiro, disponibilizando os bens à visitação pública, desde que a conservação do bem não seja colocada em risco.

Uma forma de visitação é através de uma viagem em nossos trens de passageiros. A operação destes trens é realizada pelos Museus Dinâmicos situados nas cidades Apiúna-SC, Campinas-SP, Guararema – SP, Passa Quatro-MG, Piratuba-SC, Rio Negrinho-SC, São Lourenço-MG, São Paulo-SP e Vila de Paranapiacaba em Santo André-SP. Nos Museus Dinâmicos estão abrigados vários tipos de locomotivas a vapor, vagões de carga e carros de passageiros de valor histórico. Adicionalmente, os museus exibem toda a estrutura que compõe uma ferrovia, desde as estações ferroviárias com seus equipamentos telecomunicação e sinalização até a própria via permanente (linha do trem).

Os trens de passageiros da ABPF utilizam locomotivas e carros antigos pertencentes ao nosso acervo, que foram restaurados por associados e colaboradores. Durante a viagem, os visitantes têm a oportunidade de vivenciar o meio de transporte utilizado por nossos antepassados, recebendo explicações sobre o funcionamento de uma locomotiva a vapor e ouvindo informações históricas relevantes. Todas as atividades desenvolvidas pela ABPF, dentre elas a operação das composições ferroviárias dos Museus Dinâmicos são realizadas pelos associados da ABPF na forma de trabalho voluntário. Nossos associados voluntários têm as mais variadas formações e ocupações, sendo alguns ferroviários da ativa e aposentados. Adicionalmente, a ABPF conta com as importantes colaborações financeiras dos associados e da colaboração de empresas parceiras, que têm um papel importante em nossas realizações. Ajude na preservação ferroviária do Brasil, associe-se à ABPF.

 

43 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *