Fale Conosco

Este é o seu canal de contato com a gente ! Você tem alguma crítica, sugestão, gostaria de dizer algo sobre o nosso trabalho, contar como foi o seu passeio ? Por favor deixe aqui o seu recado ! Todos os comentários serão lidos e respondidos.

31 comments

  • Vcs teriam cursos para que os associados ou não,aprendessem e trabalhassem no próprio trem ou no auxílio ?? Se sim qual localidade e qual o custo? !

    • bcsanches

      Oi Leonardo,

      no momento não temos um curso regular. O que acontece é que associado com interesse e que começam a participar das atividades regulares de alguma regional vão aprendendo com os demais e ganhando experiência.

  • quero receber novidades da associaçao brasileira de preservaçao ferroviaria:
    no meu email:
    muito obrigado pela atençao de todos:

  • maria lucia angeli

    estive visitando tanquinho e tive o prazer de ver a maria fumaça passar e parar na estação. poderiam me informar com que frequencia são feitos esses passeios e como fazemos? sai de campinas?
    obrigada

  • Rodrigo Moura Borguetti

    Olá, moro em Paraty e gostaria de saber se a oficina de manutenção em Cruzeiro pode ser visitada.
    Por favor adicionem também meu email no boletim. Obrigado

    • bcsanches

      Olá,

      sim, pode ser visitada, só solicitamos que seja feito um agendamento prévio para podermos garantir que vamos ter pessoas para recebe-lo.

      Sobre o boletim, em breve você deve receber um e-mail convite para participar do grupo de distribuição.

      Obrigado

  • bcsanches

    Desculpe,

    já foi corrigido! Qualquer dúvida estou a disposição!

  • Jésu Guimarães

    Gostaria que me informassem um endereço de email para entrar em contato com a ABPF . Tentei contato pelo formulário existente no site da Associação mas não funcionou.

  • moro em Fortaleza e sou apaixonado por ferrovias, trens antigos e gostaria de saber se existe ABPF no Ceará, sou aposentado e gostaria de contribuir fazendo trabalhos de recuperação de alguma forma.

  • Carlos Alberto Cardoso Pinto

    Gostaria de receber boletins com informações da instituição.

    Observação: fui no passeio de Guararema -Luis Carlos , excelente muito bom, como sou admirador de trem e ferromodelista com maquete em casa (escala N) tenho consciência do valor do ingresso R$ 50,00 tenha sua destinação muito bem empregada, todavia para pessoas leigas que tem como objetivo somente o passeio a destinação deveria ser mais divulgada.

  • Aloisio Cunha

    Olá,

    Sou historiador e minhas pesquisas se ligam ao ferroviarismo e a viação de um modo geral. Gostaria de me filiar a ABPF, contudo, na hora de fazer o preenchimento do formulário, notei que as regionais são todas no sul/sudeste. Não há nada no Nordeste? Temos tanto a ser preservado por aqui já que a região foi das pioneiras na implantação dos caminhos de ferro brasileiros.

    No meu caso específico, como devo proceder já que não há regionais em minha região?

    Cordiais saudações e parabéns pelo trabalho.

    • bcsanches

      Olá,

      todo o trabalho da ABPF é formado por voluntários. O fato de não existir regional no nordeste é que até o momento não tivemos interesse ou um grupo da região que se juntasse para tal.

      Você se filiar a uma regional do sul / sudeste nada impede iniciar um trabalho na sua região e quem sabe no futuro, ser possível formar um núcleo e mais para frente, esse núcleo vir evoluir a ponto de se tornar uma regional.

      Atenciosamente

  • Caros,
    Sou aficionado por trens, principalmente aqueles movidos à vapor.
    Gostaria muito de ter a oportunidade de conhecer as oficinas de restauração da ABPF.

  • Jonathan Christian do Prado Santos

    Bom dia, sou estudante universitário e fã de trens, estou fazendo uma pesquisa sobre o túnel da serra da mantiqueira e gostaria de saber se vocês conseguem me tirar algumas dúvidas.
    A mais importante de todas, eu gostaria de saber quando o túnel foi alargado para comportar locomotivas maiores.

    Aguardo um retorno.

    Abraço

  • Jose Roberto Maia

    Essa organização poderia fazer,um exemplo é a do trem turístico da cptm circuito das frutas,vocês poderia fazer uma parceria com a cptm p o turismo férreo da região jundiaí-campinas,alguma coisa assim na historia dessa ferrovia.sei la ver o q tem nessa rota ate campinas e fazer passeio turistico,a ideia nao é ruim é que tem q verificar e correr atras de investidores.

    • bcsanches

      A ABPF hoje já mantém 9 rotas turísticas em diversos locais. Não é apenas questão de parceria, são inúmeros fatores que envolvem a implantação de trens turísticos e existem inúmeras rotas, digamos, interessantes e relevantes não exploradas.

      Mas antes de mais nada, primeiramente deve-se fazer um estudo de viabilidade, antes de se pensar em qualquer parceria ou investimento. Após concluído o estudo que se procede com o projeto e então, possíveis parcerias e/ou investidores. Implantar trem turístico é algo altamente complexo e requer anos de estudos e trabalho.

      É complicado comparar a ABPF com a CPTM, estamos falando de uma entidade privada, sem fins lucrativos, mantida por voluntários e de uma estatal, que transporta milhões de pessoas por dia.

      Sobre parcerias: a ABPF possui inúmeras parcerias, com a própria CPTM, por exemplo, sendo que os carros de passageiros utilizados no expresso turístico, pertencem a ABPF.

      Atenciosamente

  • Fernando

    Procuro um vagão usado (antigo), para restaurar e montar um escritório em uma Fazenda no município de Colina SP
    Podem me ajudar a consegui-lo

    • bcsanches

      Olá,

      a ABPF não comercializa bens do seu acervo, mas recomendamos que seja monitorado sites de leilões online, pois invariavelmente surgem leilões de vagões.

  • Adriano

    Sendo associado tenho ingresso livre para passeis de trem. Este beneficio é individual ou estende para a família?

    • bcsanches

      Olá,

      não, o benefício só é aplica ao associado, acompanhantes, mesmo sendo da família, pagam as tarifas regulares.

      Atenciosamente

  • Tarsila Rizzi

    Olá!
    Na matéria sobre a estação de Jaguariúna diz que em 1983/84 a cidade exigiu a retirada do material da estação, gostaria de saber qual material é esse, e onde esse material está hoje.

    Obrigada!

    • bcsanches

      Olá,

      praticamente todo acervo da ABPF na época, que foi levado as pressas para Carlos Gomes. Hoje grande parte se encontra neste mesmo local ou espalhado pela malha da VFCJ. Alguns itens foram transferidos para outras regionais da ABPF.

  • Roberto Lima

    Gostaria de saber sobre os boletim, gosto muito de acompanhar suas atividades, na manutenção e conservação de ferrovias e material rodante o ultimo boletim e de fevereiro de 2016 já estamos em Junho e não saiu novos boletins.

    Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *